Arquivo da tag: parque municipal da gruta dos palhares

GRUTA DOS PALHARES e suas Lendas

(por: José Rodolpho Assenço)

                        Gruta dos Palhares, beleza e natureza no Triangulo Mineiro é a maior gruta em arenito do Brasil.

gruta dos palhares

gruta dos palhares

                        No inicio do ano passado, em passagem por Sacramento Minas Gerais, decidi entre alguns passeios levar meu amigo de estrada Humberto e família para conhecer na região monumentos do inicio do espiritismo no Brasil, em especial do médium e educador Eurípedes Barsanulfo, fundador e professor do primeiro colégio espírita.

                        Viajamos para tanto pouco mais de dez quilômetros de Sacramento por estrada asfaltada até chegar à entrada de um grande parque com inúmeros jardins, piscinas, lagos e restaurantes, onde logo em um grande estacionamento buscamos nossas maquinas fotográficas e partimos para esse momento.

parque_da_gruta_dos_palhares

parque_da_gruta_dos_palhares

                        Dizem que a gruta era freqüentada por Barsanulfo que se refugiava nesse belo local para meditar.

                        Existe uma lenda que no inicio do século XIX, escravos fugiam de fazendas e se refugiavam dentro da imensa gruta.  Pela falta de condições eles vinham a falecer porem suas almas não sabiam disso e continuavam a andar por dentro das cavernas.

                        Todo ano inúmeros turistas visitam a Gruta dos Palhares dentro do Parque Municipal, grande parte deles buscando conhecer sobre esse local mágico, tornando-se assim local obrigatório do circuito turístico espírita do triangulo mineiro.

gruta_dos_palhares

gruta_dos_palhares

                        Outra lenda conta que o local foi conhecido inicialmente por dois professores universitários no século XIX e que teriam andado todo um dia por dentro das inúmeras galerias dessa imensa caverna apenas com a luz de velas e com grãos de milho para poder reconhecer o caminho de volta. Com isso teriam eles catalogado algo próximo a cento e quarenta cômodos.

                        Logo que entramos no Parque, ficamos maravilhados com a beleza dos jardins e dos lagos.

                        Iniciamos visitando e fotografando um pequeno espelho d’agua que tem ao seu lado um muro e a capela sineira da Igreja de Nossa Senhora do Desterro em Desemboque representando assim, o símbolo da cidade de Sacramento e da colonização desse sertão. 

capela_sineira_do_desterro

capela_sineira_do_desterro

Paramos no local por alguns minutos, em seguida descemos inicialmente uma calçada que nos levou a uma ponte sobre o lago, novos jardins e a um restaurante.

jardim_da_gruta_dos_palhares

jardim_da_gruta_dos_palhares

                        Por fim seguimos para os jardins a frente da Gruta, e a gruta em si, com uma imensa entrada em rocha arenítica, um grande jardim a sua frente, e  uma singela cruz marcando a importância religiosa do local.

                        Logo a frente uma cascata cai exatamente na parte central da entrada da Gruta.

                        Na caverna ficamos fotografando a vegetação, a imensa parede arenítica ao seu redor e as rochas.

                        Pegamos um caminho que nos levava a primeira câmara onde entramos com alguma dificuldade nos abaixando, e por ali ficamos poucos minutos, pois alem da pouca iluminação o local era habitado por morcegos.

entrada_da_gruta_dos_palhares

entrada_da_gruta_dos_palhares

                        Finalizada a visita a gruta, nos atemos em fotografar novamente os jardins e o parque de grande beleza antes de retornar a Sacramento.