(por: José Rodolpho Assenço)

                   Areias, um pequeno povoado distante apenas oito quilômetros da cidade de Goiás Velho, possui um pequeno e valioso patrimônio histórico, além de uma bela vista da Serra Dourada.

                   Seguíamos pela BR-070, em direção a antiga capital de Goiás, no intuito de realizar algumas excursões e tirar muitas fotografias. Nessa viagem, fomos eu, minha filha Carol e os fotógrafos Cleber Medeiros e Jaque Araújo. 

                   Assim que nos aproximamos dessa histórica cidade, fiz questão de comentar com Cleber sobre o pequeno povoado de Areias, bem como sobre a simpática Igrejinha de Nossa Senhora Aparecida, que fica em um outeiro próximo da rodovia e da cidade.  Prontamente, Cleber concordou em pararmos no referido local para conhecer um pouco da história da capela, oportunidade em que colhemos algumas fotos.

Igreja_de_nossa_senhora_aparecida_em_areias

Igreja_de_nossa_senhora_aparecida_em_areias

                   O povoamento de Areias se deu no início do século XIX. Existia anteriormente, nesse local, apenas uma pequena capela. É isso que relata a história, enfatizando também que havia, na cidade de Goiás, outra igreja de mesmo nome, mas que, devido a problema de conservação, teria ruído.

                   E, por isso, uma nova Igreja para Nossa Senhora fora construída nesse pequeno arraial, logo acima de um outeiro, de onde se pode ver quase todo o povoamento, bem como a Serra Dourada ao fundo.  Provavelmente, tenha sido construída em 1910, constando em sua fachada a data de sua inauguração: 1912.

                   O intrigante na concepção da igreja é que ela possui a mesma planta de outra construída na cidade de Estremoz, em Portugal, cuja obra foi feita ainda no século XIV.

estrutura_da_igreja_de_nossa_senhora_aparecida

estrutura_da_igreja_de_nossa_senhora_aparecida

                   A Igreja de Nossa Senhora Aparecida de Areias representa o início dos monumentos históricos da cidade de Goiás, um verdadeiro portal para quem a visita.    Pequena, porém bela. Não possui torre nem proteção para o sino.

                   Coincidentemente, na exata data em que a visitamos, acontece — no mês de outubro — uma romaria com inúmeros fieis vindos de diversos locais,

                   Trata-se de uma festa em louvor a Nossa Senhora Aparecida, em que a população da cidade de Goiás conduz a imagem até essa pequena Igreja, dando início ao festejo.

igreja_de_nossa_senhora_aparecida

igreja_de_nossa_senhora_aparecida

                   Assim que chegamos ao local, logo percebemos algumas barracas e uma tenda bem grande a sua frente. Por sorte, a festa seria no dia seguinte e, dessa forma, podemos fotografá-la com maior facilidade.  Passando a área da festa, iniciei minhas fotos, seguindo a bela escadaria que leva acima do outeiro.

outeiro_da_igreja_de_ns_aparecida

outeiro_da_igreja_de_ns_aparecida

                   Paramos alguns minutos analisando a paisagem ao redor, sua fachada e uma singela cruz a seu lado, no platô acima desse outeiro.

areias

areias

                   Assim que transpassamos a soleira, pudemos observar uma placa em bronze fazendo homenagem à família que lutou pela restauração e preservação desse patrimônio e seguimos nossa visita pela nave da Igreja.

_DSC6829

                   Muitas fotos pudemos realizar lá. A Igreja fica situada num pequeno local bem conservado e muito agradável, e, estando acima do outeiro, a circulação de ar é uma constante. 

nave_e_altar

nave_e_altar

Segui até o pequeno altar para mais algumas fotos dos detalhes da Igreja.

altar_de_nossa_senhora_aparecida

altar_de_nossa_senhora_aparecida

                   Chegando ao fim do passeio, descemos do outeiro alegres.

nave

nave

Eu, em especial, pois, nas demais vezes que estive em Goiás, havia visto essa Igreja apenas por fora, sem nunca ter visitado o local, como fiz dessa vez.