Paste your Google Webmaster Tools verification code here

Monthly Archives: Janeiro 2014

by

Pontal do Coruripe

No comments yet

Categories: fotostrada, Tags: , , , , , , ,

(por: José Rodolpho Assenço)

                       Encontrava-me hospedado na Praia do Francês, em um domingo de janeiro do corrente ano. Sabedor de que as praias e locais próximos a Maceió estavam por demais lotadas de turistas, principalmente os de fim de semana, achei por bem realizar um de meus planos: visitar o Pontal do Coruripe, lugar de rara beleza.

                        Peguei a ferramenta principal, a máquina fotográfica, e parti pela AL 101, estrada costeira estadual que prossegue rumo sul. Sabia que essa via encontrava-se em reforma e que, por isso, nem todo o trajeto de pouco mais de cem quilômetros seria tranquilo.

                        Após a entrada para São Miguel, observei que a via piorara muito. Deparei-me com alguns percalços, mas não desanimei.

                        Pouco antes da cidade de Coruripe, a aproximadamente uns oito quilômetros entrei na via que segue ao Pontal, deparei-me com uma pequena vila, onde conheci a Igreja de Bom Jesus dos Navegantes e o marco do naufrágio da nau Nossa Senhora da Ajuda, que conduzia o bispo Dom Pero Fernandes Sardinha a Portugal,  em 1560, pelo navegador espanhol Dom Rodrigo de Albanha.

igreja_de_bom_jesus_dos_navegantes registro_do_naufragio

                        Seguindo em frente pela vila, cheguei ao Farol e ao belo Pontal de Coruripe. Esse farol, símbolo da cidade, foi construído em local estratégico em 1948.  À sua frente, uma das praias mais belas do litoral sul, com arrecifes muito próximos, além das piscinas. Grande oportunidade de se desfrutar de uma cachoeira provocada pela ação do mar.

farol_do_pontal

                        Relatos da historia local e, os marcos, próximo ao farol informam que esse foi o primeiro ponto avistados pelas caravelas de Pedro Álvares Cabral, quando do descobrimento.

enseada

                        Desci à praia e de lá tive a oportunidade de colher várias fotos do mar e desse litoral.

praia_no_pontal_do_coruripe praia_do_pontal

                        Após algumas horas de praia e de descanso em uma barraca local, aguardei o final da tarde para prosseguir até à cidade de Coruripe para lá registrar a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição de Coruripe, onde se encontra uma grande torre retangular em um outeiro que propicia a visão parcial da cidade, e também da Igreja de São José de Poxim, marco da criação da vila de Coruripe.

matriz_de_nossa_senhora_da_conceiçao

                        Por sorte, em determinado momento, e no ângulo certo, consegui registrar concomitantemente as duas Igrejas em uma única foto.

igreja_de_sao_jose_do_poxim

                        Coruripe, anteriormente, era habitada pelos índios Caetés, que viviam às margens do rio de mesmo nome.

                        Consta que tais índios eram considerados canibais e que chegaram a se alimentar também de seus inimigos. Relatam também que o início da colonização desse local se deu pelos sobreviventes do naufrágio da Nau de Dom Pero Fernandes Sardinha.

cemiterio_de_coruripe

by

Igreja de Nossa Senhora da Apresentação

No comments yet

Categories: fotostrada, Tags: , , , , ,

(por: José Rodolpho Assenço)

                  Registra a história de Alagoas que a Igreja de Nossa Senhora da Apresentação é marco importante do início da colonização da região e do domínio português na então Capitania de Pernambuco.

                   Estive em Porto Calvo, Alagoas, no intuito de visitar essa Igreja que, segundo pesquisas, é a oitava mais antiga do país e, ainda, a segunda mais antiga em funcionamento (provavelmente as demais estejam em ruínas ou extintas).

                   Mesmo longe, na estrada que liga Japaratinga a Porto Calvo, já se podia avistar a edificação grande no topo da colina, em um dos pontos mais altos da cidade, com suas janelas pequenas e retangulares que sugeriam uma fortificação.

                   Chegando a um pequeno largo, subi alguns lances de escada e logo me deparei com a citada edificação. No local, tive a sorte de conseguir a companhia de um funcionário paroquial que me acompanhou à visitação, relatando fatos sobre a igreja, bem como sobre a cidade que a cerca.

igreja_de_nossa_senhora_da_apresentaçao lateral_da_igreja

                   Este outeiro e alguns muros ao redor da Igreja, eram uma pequena fortaleza, forma da cidade se proteger das constantes invasões francesas e holandesas que assolaram a região. Ressalte-se que a própria Igreja, na verdade, foi construída como sendo também uma fortaleza, o que pude observar imediatamente, pois suas paredes externas têm a espessura aproximada de dois metros, construídas em pedra e adobe; janelas estreitas na parte superior, servindo de proteção aos mosqueteiros que provavelmente teriam ali uma visão privilegiada do inimigo invasor.

nossa_senhora_da_apresentaçao

         O companheiro que estava comigo, me contou que diversas batalhas, principalmente, contra os holandeses foram travadas nas proximidades da igreja e que, numa pequena área cercada pelo muro, existem diversas ossadas. Informou-me também que em uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Pernambuco localizaram diversas ossadas mutiladas perto da Igreja, o que alimenta ainda mais a ideia de que houve batalhas e resistências.

entrada_da_nave nave_principal

         Prossegui ouvindo atentamente os relatos do jovem, ao tempo em que eu tirava diversas fotos da velha edificação: sua nave, altar principal, dois altares secundários e instalações.

altar_principal detalhe_do_altar

         O referido funcionário me acompanhou à parte interna da Igreja, onde paredes grossas também serviam de sepultura aos padres e pessoas importante da região, todas essas paredes aparentam ser ocas e túmulos de diversos antigos colonos.

nave madeirame_do_telhado

         Por fim, relatou-me o jovem que existe um túnel de funga saindo pelo fundo do altar para fora das muralhas. Enfatizou, porém, que infelizmente eu não poderia visitá-lo, uma vez que, por motivo de segurança, estaria interditado, aguardando recuperação.

casa_paroquial

         Finalizei minha visita com algumas imagens da lateral e da casa paroquial.

1 2