(por: José Rodolpho Assenço)

                         O Parque do Sabiá, em Uberlândia, Minas Gerais, é o maior em área urbana, em toda região oeste e no Triângulo Mineiro. Tem mais de 1.850.000m², dos quais 380.000m² compreendem bosques com diversas espécies de árvores nativas. Nele pudemos observar diversos lagos e represas, além de um grande volume de água.

lago_do_parque_do_sabia

                        Embora esteja muito perto do centro da cidade, na região leste, sua exuberância remete a floresta, o que deve ser ocasionada pela abundância de água do local.

nascentes lago_no_parque_do_sabia

                        Possui uma pista de Cooper de 5.100m, que o circula, proporcionando excelente passeio e lazer à comunidade. Em todo seu trajeto, pudemos observar: parque infantis, churrasqueiras, zoológico, aquário, restaurantes, bares, quiosques, quadras polivalentes, piscinas, oito campos de futebol oficial, um pequeno estádio chamado Sabiazinho, o estádio João Havelange — que abriga jogos da primeira divisão do campeonato brasileiro da serie A, sendo mando de campo do Cruzeiro F.C., a Arena Sabiazinho, ginásio de esportes coberto com toda infraestrutura para grandes eventos e ainda se encontra, ao seu lado, em fase de construção, um complexo aquático, cujas obras estão aceleradas.

estadio_joao_havelange arena_sabiazinho

                        Iniciamos nossa visita pela entrada norte do parque e seguimos pela pista de Cooper, caminhando no sentido leste. Na ida, pudemos observar, além de grande infraestrutura de bares, diversas áreas agradáveis de lazer; no caminho de volta, passamos próximo à arena de esportes e ao grande estádio de futebol, que parece inicialmente com um grande edifício. Esse estádio, que recebe o nome de João Havelange, é palco de grandes apresentações futebolísticas.

entrada_norte lago_e_bosques

                        Estivemos próximo ao grande lago, passando pelo zoológico e pelo aquário — um grande bosque com muita água. Depois de algumas fotos tiradas do local, retornamos à estrada de Cooper, por onde seguimos ao largo de diversos campos de futebol e quadras de esportes bem iluminadas e que, costumeiramente, contam com grande frequência de público.

vista_do_lago bosque_e_churrasqueiras

                        Concluímos nosso passeio — caminhada — de aproximadamente cinco quilômetros, passando sobre a represa, que reserva o grande lago do parque. De lá, conseguimos ver, de longe, o Estádio e o Ginásio ao fundo da lagoa.

estadio_sabiazinho

                        Paramos, por fim, em um dos quiosques para descansar e observar a comunidade que passeava pelo parque.